segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Áustria e Eslováquia seguem Alemanha e controlam fronteiras

Depois da Alemanha, a Áustria e a Eslováquia decidiram reintroduzir temporariamente o controle de suas fronteiras dentro da União Europeia (UE) numa tentativa de controlar e conter o fluxo de migrantes e refugiados das guerras e da miséria na África e no Oriente Médio.

A pretexto de "organizar a entrada" dos migrantes, desde ontem, a Alemanha passou a controlar as fronteiras, abertas com base no Tratado de Schengen, que acabou com o controle de passaportes em 26 países da Europa.

O ministro do Interior alemão, Thomas de Maiziere, justificou a medida com base em necessidade de segurança. Depois de uma conversa telefônica entre a chanceler (primeira-ministra) da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Juncker, a comissão, órgão executivo da UE, divulgou nota esclarecendo que a medida pode ser adotada com base no Tratado de Schengen em situações excepcionais como a atual crise migratória.

Um comentário:

ana deiro disse...

Pobres coitados desses refugiados.Não tenho duvida de que em meio à massa devem haver um punhado de terroristas, mas a grande maioria perdeu tudo, saiu com o pouco re restou carregado nas costas e agora não tem para onde ir.