quinta-feira, 21 de dezembro de 2006

Moradores de Gualeguaychú mantêm bloqueio da fronteira com Uruguai no Natal

A assembléia dos moradores da cidade argentina de Gualeguaychú decidiu manter o bloqueio da fronteira com o Uruguai nos dias 24 e 25 de dezembro, anunciou há pouco a televisão estatal argentina Canal 7. Na cidade de Colón, a fronteira pode ser aberta. Já em Gualeguaychú, quem quiser ir para o Uruguai terá de atravessar a pé a ponte que liga os dois países.

Gualeguaychú fica em frente de Fray Bentos, no lado uruguaio, onde a empresa finlandesa Botnia está construindo uma fábrica de papel e celulose, sob protesto dos argentinos, que temem a poluição do Rio Uruguai.

O investimento da Botnia e da empresa espanhola Ence, que pretende erguer outra fábrica de papel e celulose, chega a US$ 2 bilhões, cerca de 15% do produto interno bruto do Uruguai.

Para o presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, o conflito, conhecido como 'guerra das papeleiras', virou uma questão de soberania nacional. Ontem o Uruguai acusou duramente a Argentina na Corte Internacional de Justiça das Nações Unidas, em Haia, na Holanda, denunciando a pressão do governo Néstor Kirchner como "chantagem".

2 comentários:

Leal disse...

*
*
Nelson Franco Jobim

nfjobim@yahoo.com.uk
http://nelsonfrancojobim.blogspot.com/

Vida Global
“Este é o blog do jornalista Nelson Franco Jobim, Mestre em Relações Internacionais pela London School of Economics, professor de jornalismo no Centro Universitário da Cidade e pesquisador associado do Centro de Estudos das Américas da Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro. Todos os comentários, críticas e sugestões são bem-vindos mas não serão publicadas mensagens discriminatórias, racistas, sexistas ou com ofensas pessoais.”
*
Prof. Nelson Franco Jobim,
Salve!
Muito obrigado por contribuir para a Internet, com qualidade.

Aqueles que podem e sabem devem fazê-lo. É necessário.
*
Muito respeitosamente convido-o a visitar meu blog:

http://sinapseslinks.blogspot.com

É filosófico/científico.

Ficarei muito agradecido ser puder receber sua crítica quanto a forma e ao conteúdo. O que preciso corrigir?

Considero sua opinião muito importante para o meu trabalho.

Do ser humano para o ser humano:
Receba meu abraço fraterno.
Leal
*
Eudison de Paula Leal -66-
ep-leal@uol.com.br
Taubaté-SP
*

Nelson Franco Jobim disse...

Obrigado. Darei uma olhada no seu site. Abrs