domingo, 30 de julho de 2006

Ataque israelense mata 56 no Líbano

Um bombardeio aéreo de Israel destruiu um prédio de quatro andares na cidade de Caná, no Líbano, onde havia refugiados da guerra contra o Hesbolá (Partido de Deus), uma milícia fundamentalista xiita. Mais de 50 pessoas morreram, informam os serviços de emergência libaneses.

O Hesbolá, por sua vez, lançou 47 foguetes Katiúcha contra Israel, ferindo pelo menos 10 pessoas.

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, voltou à região ontem, encontrando-se com o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert. Mas cancelou sua segunda visita ao Líbano durante esta crise porque foi informada de que não seria bem recebida se não houver um cessar-fogo.

Os EUA condicionam um cessar-fogo a um acordo que preveja o envio de uma força multinacional de paz que ajudaria o Exército do Líbano a assumir o controle do Sul do país, desarmando o Hesbolá.

Um comentário:

Andrea Paola Costa Prado disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.