sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Benazir morreu de bomba e não de tiro

O Ministério do Interior do Paquistão afirmou hoje que a ex-primeira-ministra Benazir Bhutto morreu ontem em conseqüência da explosão de uma bomba detonada por um terrorista suicida, e não por causa de três tiros que teriam sido disparados pelo assassino.

A informação ontem é de que ela teria morrido por causa de um tiro no pescoço.

Benazir foi enterrada hoje sob grande comoção. Pelo menos 23 pessoas foram mortas na onda de violência deflagrada por sua morte.

Um comentário:

Bellinh@ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.