sábado, 19 de março de 2011

EUA e Reino Unido atacam Líbia com mísseis

Navios de guerra dos Estados Unidos e do Reino Unido baseados no Mar Mediterrâneo dispararam hoje mais de 110 mísseis contra 20 alvos na Líbia, revelou o jornal espanhol El País.

O objetivo é destruir as defesas antiaéreas do país para impor uma zona de proibição de voo e impedir o coronel Muamar Kadafi de bombardear seu próprio povo.

Os mísseis americanos alvejaram Trípoli e Missurata.

Na TV estatal líbia, Kadafi prometeu armar o povo contra o que chamou de ofensiva imperialista para tomar o petróleo do país. Ele declarou que o Mediterrâneo é uma zona de guerra, ameaçando atacar navios e aviões civis na região.

2 comentários:

Nando disse...

acho que se não pararem com esses conflitaos no oriente médio poderá acontecer uma guerra nuclear , estou com muito medo, pois se conntinuar assim irá acabar com milhares de inocentes , quando isso vai acabar ?

Nelson Franco Jobim disse...

Há uma onda de revoluções democráticas no mundo árabe. Como o ditador da Líbia começou a usar as Forças Armadas contra seu próprio povo, há uma intervenção internacional aprovada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.